DSpace
 

BDJur do Tribunal de Justiça - CE >
Doutrina >
Monografias ESMEC >

Por favor, utilize este identificador para referenciar ou citar este registro: http://hdl.handle.net/123456789/529

Título: Entre o templo de justitia e a casa de fazenda : o simbólico e o formal na arquitetura do Fórum de Tauá
Autores: Bizarria, Marcílio de Oliveira
Palavras-chave: Poder simbólico
Arquitetura
Fórum
Tauá
ESMEC
Escola Superior da Magistratura do Estado do Ceará
Data de Publicação: 2010
Editora: Fortaleza, 2010. 39 pág.
Resumo: Esta Monografia trata da relação entre a Arquitetura e o Poder, e aborda a ausência de crítica e compromisso em relação a uma arquitetura dita forense, que seja adequada, tanto do ponto de vista conceitual como funcional, a o projeto de um Fórum que retrate todas as variáveis e condicionantes pertinentes ao programa de necessidades deste tipo de edificação, bem como sua inserção e adequabilidade à paisagem, clima, forma e cultura em uma determinada região,no caso, o Sertão dos Inhamuns. A Monografia foi dividida em quatro partes, e buscou, de forma didática, uma abordagem do geral para o particular do tema exposto. Na primeira parte, procurou-se chegar a um consenso sobre o que é Arquitetura. Esta seria então resumidamente uma construção que juntasse a adequação à paisagem natural, entorno, clima, uso da boa técnica, funcionalidade, à uma forte carga simbólica, representada pelo ritmo, proporção, unidade, clareza, em suma, a beleza e o significado da forma arquitetônica. Na segunda parte, foi tratada a questão do poder simbólico, isto é, de que maneira a sociedade, mas principalmente seus governantes, se utilizam de determinados mecanismos,dentre os quais a arquitetura, para fazer valer, sem o aparente uso da força, seu poderio e dominação. Em relação à terceira parte, quanto ao poder simbólico da Arquitetura, o capítulo versa sobre a capacidade da Arquitetura em impor, espelhar e representar, através da forma simbólica, isto é, do seu significado, algo além da mera aparência física, transformando assim o edifício em uma representação do poder. Na última parte, como exemplo prático desta intenção de projetar um Fórum que fosse além das variáveis tangíveis, é apresentada a proposta de projeto para o Fórum de Tauá, em que é demonstrada sua interação, além de outros condicionantes, à forma simbólica predominante do poder local, a velha casa de fazenda dos Inhamuns.
Descrição: Monografia submetida à Escola Superior da Magistratura do Estado do Ceará, como parte dos requisitos para a obtenção do título de Especialista em Administração Judiciária. Orientador: Professor Doutor: Edilson Baltazar Barreira Júnior.
URL: http://hdl.handle.net/123456789/529
Aparece na Coleção:Monografias ESMEC

Arquivos deste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
Marcílio de Oliveira Bizarria - Entre o templo de Iustitia e a casa de fazenda.pdf752.02 kBAdobe PDFVer/Abrir

Todos os registros no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.

 

Tribunal de Justiça do Estado do Ceará.
Av. General Afonso Albuquerque Lima, S/N. - Cambeba
CEP: 60822-325 - Fone: (85) 3207-7754