DSpace
 

BDJur do Tribunal de Justiça - CE >
Doutrina >
Monografias ESMEC >

Por favor, utilize este identificador para referenciar ou citar este registro: http://hdl.handle.net/123456789/730

Título: Escuta de crianças e adolescentes alegadamente vítimas de abuso sexual
Autores: Martins, Pavla Martins de
Palavras-chave: Abuso sexual
Escuta
Falsa acusação
Crianças
Adolescentes
Data de Publicação: 2017
Referência: MARTINS, Pavla de Martins (2017).
Resumo: O presente estudo visa analisar a atuação dos profissionais do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente (SGDCA), responsáveis pela escuta de crianças e adolescentes alegadamente vítimas de abuso sexual no município de Fortaleza-CE, situado na região do nordeste brasileiro. Partindo de uma reflexão em torno do referencial teórico do tema da investigaçã o, são apresentados alguns aspetos relevantes acerca do abuso sexual e das falsas acusações deste ato abusivo, além dos métodos e técnicas utilizados para efetivação da escuta de crianças e adolescentes no Brasil. O estudo empírico foi empreendido por meio de dados obtidos através de inquérito elaborado para o efeito incluindo escala e uma questão aberta), em uma amostra por conveniência, composta por 75 sujeitos, profissionais do SGDCA. Foram avaliadas as conceções dos participantes acerca do abuso sexual, da escuta e da qualificação profissional, assim como foram averiguados os procedimentos utilizados durante a escuta. Os resultados evidenciam que apesar dos conhecimentos, por parte dos inquiridos, acerca do desenvolvimento infantojuvenil e do abuso sexual, há significativas dificuldades e limitações dos profissionais, tanto no que diz respeito à qualificação técnica, como aos procedimentos realizados e às condições de trabalho. Foram encontradas, ainda, correlações significativas entre os dados sociodemográficos, o tempo de escuta e os itens analisados na escala aplicada. Além disso, foi percebido que o SGDCA não tem oferecido capacitações profissionais e condições estruturais adequadas para realização de uma escuta qualificada, gerando ônus para os profissionais e para os assistidos. Por fim, esta investigação contribuiu para reflexão dos participantes acerca da prática empreendida e poderá embasar treinamentos e capacitações técnicas acerca da escuta, visando à garantia da proteção dos direitos das crianças e dos adolescentes.
Descrição: Dissertação de Mestrado em Temas de Psicologia do Desenvolvimento, orientada pela Professora Doutora Maria da Luz Bernardes Rodrigues Vale Dias e apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra.
URL: http://hdl.handle.net/123456789/730
Aparece na Coleção:Monografias ESMEC

Arquivos deste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
Escuta de crianças e adolescentes alegadamente - vítimas de abuso sexual.pdf2.62 MBAdobe PDFVer/Abrir

Todos os registros no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.

 

Tribunal de Justiça do Estado do Ceará.
Av. General Afonso Albuquerque Lima, S/N. - Cambeba
CEP: 60822-325 - Fone: (85) 3207-7754